Já sabemos disso. Bezerra da Silva, em seu samba já dizia: “… ele subiu o morro sem gravata dizendo que gostava da raça, foi lá na vendinha e bebeu cachaça, até bagulho fumou…usou lata de goiabada como prato. Eu logo percebi é mais um candidato para as próximas eleições”.

http://www.youtube.com/v/f3UycTiQW4s&feature=related;rel=0

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a dizer nesta terça-feira (8) que os políticos costumam valorizar os pobres apenas durante as campanhas eleitorais. Segundo ele, antes das eleições “pobre é mais chique que banqueiro” para os candidatos, mas é logo ignorado pelos futuros dirigentes. do G1.

A ética do político. Lula nos tempos da “Caravana da Cidadania”, antes de ser “o cara”, antes de negociar com o Irã e antes de fazer o Brasil dar certo. 

Lula em Araçuaí, Vale do Jequitinhonha. Na casa do fundador do PT na cidade. In Memorian ao Senhor Antônio Paiada, como foi conhecido na cidade.

 

Da esquerda para a direita: Toninho PT, Lula e Sr. Antônio Paiada.

 

Olha o cafezinho na cozinha de Dona Lôura Paiada, lá em Araçuaí.