A frase acima foi dita por Galvão Bueno, no exato momento em que o Brasil sofreu a primeira falta no segundo tempo. Sem sucesso na cobrança, ele diz “essa falta é muito mais jeito do que força”.

Galvão também disse – “Kaká está nitidamente com uma postura diferente”. E o meia do Real Madri e da Seleção de Dunga e do Ricardo Teixeira foi substituído.

Novamente, a sua intenção é que a Seleção de Dunga e do Ricardo Teixeira enfrentasse no próximo jogo a “Costa Rica” – cuja seleção não se encontra na África na Copa do Mundo. Somente a Costa do Marfin.

Então, é realmente muito séria a situação da Seleção de Dunga e Ricardo Teixeira. Por isso, 2 a 1 contra a Coréia do Norte – um País sem grandes estórias no futebol, é a melhor coisa mesmo… pra acordarem e melhorar a performance.

Para os donos da Seleção, Dunga e Ricardo Teixeira, serem mais maleáveis com a imprensa. Não há nada tão exemplar que não possa ser noticiado ou noticioso.

Falta à Seleção de Dunga e Ricardo Teixeira a qualidade técnica de um Ronaldinho Gaúcho, do Ronaldo Fenômeno e do Romário.

E o Júlio César, precipitou-se. Se ficasse parado a bola do gol coreano batia nele. Talvez tenha ouvido o Galvão Bueno o pedindo pra sair do gol.

As melhores atuações: Lúcio e Michel “Alves”, quer dizer “Bastos” – coisas de “galvaobuenez”.