Fonte: Folha.com

A jovem Aisha, foi mutilada por seu marido após receber ordens do alto comando do Taleban. Com apenas 18 anos, ela fez questão de aceitar a posar para a revista Time para denunciar as atrocidades contras as mulheres no País.

Por meio de uma ONG, ela ganhou um cirurgia de correção da face na Califórnia, EUA.

Há uma explicação do editor da revista para a escolha da capa: “Nossa imagem da capa é poderosa, horrível e perturbadora. (…) A publicamos para mostrar qual é a situação no terreno. (…) Nosso trabalho é dar contexto e perspectiva a um dos temas de política externa mais complicados dos nossos tempos”