“Voto na Dilma convencido por minha diarista, que disse: ‘… aí o Lula disse pra votar nela e eu vou votar, porque antes eu corria atrás de patroa, hoje elas é que me procuram; antes eu comia o que dava, hoje eu chego no supermercado e escolho a carne que eu quero comprar. Então, se ela vai fazer igual, é claro que eu vou votar nela'”. Heron Felix da Silva.