É inédito as ações articuladas pelo Estado brasileiro como as que estão ocorrendo no Rio. Com ações estratégicas e coordenadas o Estado vai acuando o Crime Organizado. Ainda há muito o que fazer. A denominação de organizado para o crime é porque ele vai além dos guetos e vielas dos morros cariocas. Há estudos que apontam o crime no Brasil como um grande polvo – com seus tentáculos até no congresso nacional.

No momento as articulações da Secretaria de Segurança Pública do Rio, do Ministério da Justiça, do Ministério da Defesa, têm sucessos nas investidas. Quando o Estado reúne e define objetivos para a comunidade há  motivos para aplaudi-lo e apoiá-lo. Como está ocorrendo agora, a população do Rio incentiva em grande maioria a operação das polícias Civil e Militar, Marinha, Aeronáutica, Exercito e Polícia Federal.

Foto: Marcinho VPAgora há pouco (são 21h23) a Justiça do Rio, decretou a prisão dos advogados de Marcinho VP. (ver aqui)