Audácia e coragem: Natália Viana

É lançada no Brasil uma agência pioneira de jornalismo investigativo. A jornalista Natalia Viana, a primeira colaboradora do WikiLeaks no Brasil e mais as suas colegas Marina Amaral e Tatiana Merlino de forma independente ousam investir em grandes reportagens. “é um modelo pioneiro, na verdade. É inovador porque estamos propondo uma nova forma de fazer jornalismo investigativo, fora das redações tradicionais, embora em parceria com elas”, explica a colaboradora do WikiLeaks.