Atualmente mais de uma dezena de Praças públicas na cidade de Contagem foram revitalizadas e entregue à população. A prefeita Marília Campos diz que a idéia das revitalizações “é a de levar as comunidades a preservação dos espaços verdes, área de encontro de pessoas e que a comunidade ajude Prefeitura a preservar e conservar o espaço depois da reforma”, recomenda a prefeita.

Não há nem um problema nisto. O problema é que falta também por parte da Prefeitura um enfrentamento dos problemas relacionados à educação, saúde e a segurança das pessoas. Há pouco as Escolas Municipais estavam fechadas ou com o funcionamento reduzido porque os professores não tinham vale-transporte para irem de casa para o trabalho (a escola).

É muito comum a reclamação da população pela falta de médicos nos Centros de Saúde do Município. Há super lotação dos postos de urgência e emergência e no Hospital Municipal.

 

É muito comum também encontrar ruas e avenidas sem rede de esgoto instalada e com mato sobre os passeios.

Hoje, mais de 50 mil alunos da rede municipal foram afetados pela paralisação dos professores. Os manifestantes da Educação realizaram uma assembléia com o objetivo de definir o “movimento grevista” para o início de maio. A principal reivindicação da classe é o reajuste salarial de 34% sobre o valor atual – R$ 1.332, 00.