Aninha: nas águas da liberdade e da justiça.

Mais interessante ainda é ouvir o áudio da entrevista desta menina. Com certeza, será uma grande mulher na história política e moral deste País – claro, se continuar assim, se não lhe for cortada também a liberdade de expressão daqui à pouco. Cujos os obstáculos do destino ou de homens públicos (incompetentes com o poder na mão) tiraram-no o Pai ainda bem cedo. Por isso ela com a sua audácia e esperança criou um blog para tratar de uma das maiores tragédias da Aviação Brasileira. Meu Pai Morreu no Vôo 447, e agora? (clique aqui).

É lindo, dá orgulho ver alguém com tão pouca idade e muito bem politizada. É feio, dá tristeza em saber que muitos jovens, talvez com o dobro da idade de Aninha Zortea, sejam vazios, alienados com a Política que define o amanhecer e o anoitecer nosso de cada dia. “Toca o barco”.

Este post se refere ao comentário (ver aqui) que ela fez no blog “Vi o mundo“, de Carlos Azenha (ex-Rede Globo), sobre à carta preconceituosa enviada à Universidade de Coímbra (Portugal), pelo então ex-deputado do DEM, José Carlos Aleluía. Em repúdio do reconhecimento dado pela instituição  ao ex-presidente Lula – pela sua dedicação à causa pobre. Lula, recebeu o título de Doutor Honóris Causa.

É de babar mesmo! Parabéns Aninha! E sucesso, força, para as respostas que busca sobre a morte de seu Pai. Luigi Zortea, é uma das 228 vítimas do vôo AF 447, da Air France, que, em 31 de maio de 2009, caiu no oceano Atlântico quando fazia o trajeto Rio-Paris. Morava na Itália, era prefeito da cidade de Canal San Bovo.

Em 4 de maio ela vai fazer 11 anos.