Quem nunca passou por essa situação? Lembra do filme “Guerra ao Terror”, que narra a dura realidade dos soldados americanos desarmando bombas tecnologicamente sofisticadas. Então, “dar de cima” de sua grande amiga exige muita cautela, um tanto quanto que desarmar uma bomba em pleno Centro de Bagdá – Iraque.

Cenário da investida: é o ponto crucial da coisa. Um lugar discreto e que ofereça confortabilidade para ambos. Pelo amor de Deus, você já tem a amiga, está garantida pelo menos assim. Se chamá-la de imediato para um motel – vai perdê-la pra sempre. Ex-amiga. Tente surpreendê-la. Contar que ela que ela não desconfia de suas intenções é pensamento altamente positivo.

 Os sinais: Luan Santana já deu a receita, “sinais me ajudaram a perceber“. Se ela também está a fim, ela vai superar as antenas de transmissão de todas as redes de TV juntas (Globo, Record, SBT, etc). Preste muita atenção onde ela senta. Ao seu lado? As mãos dizem o que? Os esbarrões, mesmo que sem querer… involuntariamente quando uma fêmea está afim, é natural que a luz verde dê o tom do caminho livre.

As pegadinhas: Só o SBT insiste com aquela bobagem. Antes de tudo é sua amiga. Sendo assim já contou pra ela sobre as garotas de seu portfólio. Suas táticas estão à altura de todos os sentidos dela. Vá direto ao ponto, diz a verdade, “nos já conhecemos ha um tempo, é do seu conhecimento os meus relacionamentos passados, mas quero que o nosso seja o presente” – sem tremer na base. Formalidade demais? Talvez sim, mas é também sinônimo de sinceridade. Alá Luiz Fernando Guimarães – o Super Sincero.

O recuo, fundamental: Somente em Guerra ao Terror que o Jeremy Renner (o ator principal, o fodão em desarmar as bombas) conseguia sucesso, mesmo assim com a perda de alguns colegas, claro ele não podia morrer – seria Obama perdendo para Osama. Se a aproximação está cheirando prova – aborte a missão. Você entrou na guerra com uma amiga e será melhor não perdê-la.

Acredite! Todos os episódios já aconteceram comigo. Com uma diferença, desarmei bombas no Iraque, Paquistão e Afeganistão. De tanto insistir, consegui, casei com minha ex-amiga. Quando mais coloquei em risco a missão – na escolha do cenário e nos sinais.

Mais recuar, nunca. É um risco calculável. Sou “Jeremy Renner de Araçuaí”.

Clique aqui e assista uma das declarações de “amigo apaixonado” mais criativas do cinema. Não é por acaso que há anos é o filme que nunca sai da minha lista dos 7 melhores filmes (subjetivo) já lançados até hoje – “Simplesmente amor“. Publicarei em breve.