Sempre confiei na minha intuição. Nem sempre segui o que ela me dizia, mas ela sempre estava certa. Não me arrependo de todas as vezes que disse “sim” e, igualmente, não me arrependo de todas as vezes que disse “não”.  Na verdade, por culpa de uma das vezes em que não segui minha intuição, passei a ter medo de relacionamentos sérios.

Hoje sinto que as coisas mudaram. Agora há em mim uma confiança tão grande. Isso sem falar no carinho, respeito, admiração, cuidado e também na diversão. Parece que tudo se encaixa. Tão simples. Tão fácil. Tão bom que quero isso cada vez mais. O culpado disso tudo é você.

Você é tão interessante (físicamente e intelectualmente) que fica dificil não te querer. Me faz tão bem. Só não consigo entender, e muito menos explicar, o que é isso que temos. Mas eu gosto. Gosto muito.

Ao seu lado não tenho medo. Com você existe vontade. Vontade de descobrir o mundo. Com você existe desejo. Desejo por sua companhia; sua presença; seu beijo; seu abraço; seu toque; seu corpo. Desejo por seu desejo. Você me despertou para um mundo que eu não conhecia. Agora quero conhecer. Mas tem que ser com você. Porque com você não tenho medo.

Enviado por Maisa Alves Silva

Fonte: Malvadas.com